CBIC defende aceleração digital das empresas, no BIM Fórum Conference

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Renato Correia, defendeu a aceleração digital das empresas do setor, durante a abertura do BIM Fórum Conference – Brasil 2024, realizada na manhã desta segunda-feira (27/5), em São Paulo (SP). “Vamos estimular e apoiar esse movimento, enxergando o enraizamento do BIM [Building Information Modeling como vetor incontornável dentro do cenário desejado de maior industrialização da construção no país”, destacou.

Com o tema ‘O BIM avança. A transformação continua’, a conferência reúne até terça-feira (28/5), no World Trade Center (WTC), os principais líderes e especialistas nacionais e internacionais para discutir o futuro do BIM no contexto brasileiro. O evento conta com o apoio institucional da CBIC e é considerado o maior na temática de transformação digital nas áreas de engenharia, arquitetura e construção.

“Na última década, a CBIC tem atuado de forma dedicada pela disseminação do BIM como ferramenta que molda uma nova mentalidade empresarial e revoluciona a forma de construir no Brasil. Muito nos orgulha perceber os avanços construídos nesse tempo, em que o BIM deixou de ser uma vantagem competitiva dos maiores players para tornar-se inovação também de empresas de médio e pequeno portes no brasil. Essa inserção é fruto inquestionável do esforço de aculturamento que conduzimos engajando nossas associadas em todo o país”, afirmou Correia.

Mudança de paradigmas

De acordo com o presidente da CBIC, o setor teve sucesso ao sensibilizar e convencer o poder público da importância e pertinência de adotar e estimular o uso dessa tecnologia como vetor de uma nova governança e qualidade na execução de obras públicas. O Brasil ganha muito com a disseminação e enraizamento do BIM e a CBIC se orgulha de ter contribuído na construção desse avanço também no âmbito da administração pública”, reforçou.

Ainda há muito a ser feito, segundo Correia. “Por isso, eventos como esta conferência têm grande importância, para que possamos enxergar e discutir a agenda estratégica para o período vindouro. Nosso objetivo é remover barreiras que ainda impedem construtoras e incorporadoras de usarem a ferramenta e dela tirar todo o potencial inovador”, frisou.

Para Renato Correia, a mudança da mentalidade empresarial, a modernização de processos e sistemas construtivos, a industrialização e absorção de tecnologia e inovação são paradigmas estratégicos para o futuro da construção. Ele informou em seu discurso que CBIC tem colocado energia e toda a sua capacidade de formulação técnica e articulação institucional para apoiar suas 96 associadas em todo o Brasil e estimular as milhares de empresas da nossa indústria a caminhar para um novo tempo.

“Há três fatores que vão transformar, na minha visão, de uma maneira muito rápida, a construção civil no Brasil. O primeiro deles é a reforma tributária, pois ela mexe com a estrutura de negócios do país, em especial da construção civil, pelo aspecto da industrialização do setor, pela possibilidade de termos uma cadeia industrializada com menos impostos cumulativos”, destacou.

O segundo fator, segundo Correia, é a mão de obra. “Há uma carência absurda de trabalhadores qualificados, por uma série de fatores. Entre eles está a atratividade de outras profissões”.

O terceiro fator indicado pelo presidente da CBIC é a pressão por uma habitação e uma infraestrutura de qualidade. “O país tem hoje o ‘Minha Casa, Minha Vida’, um dos maiores programas do mundo de moradia, temos o ‘Programa de Aceleração do Crescimento’, temos o ‘Indústria Brasil’. Então há uma confluência de fatores que vai transformar muito a construção civil”, acrescentou.

Segundo Renato Correia, esses fatores contribuem para a criação de um ambiente onde a digitalização, a mecanização e a industrialização são muito importantes. “E na questão da digitalização, do uso do BIM, passa a ser fundamental o envolvimento do governo para que, a partir das compras, possamos ter a indução, a aceleração dessa digitalização. Renovo o nosso compromisso com essa agenda e a parceria com o BIM Fórum Brasil para que possamos levar o Brasil para uma construção 4.0, mais moderna e eficiente. O maior beneficiário disso será o cidadão, cliente final de tudo o que produzimos e realizamos”, complementou o presidente da entidade.

O presidente do BIM Fórum Brasil (BFB), Rodrigo Koerich, agradeceu a parceria com a CBIC na efetivação de ações e estratégias pelo fortalecimento do BIM no Brasil, durante seu discurso

Também participaram da solenidade de abertura do BIM Forum Conference, a presidente do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Brasil (CAU-BR), Patrícia Sarquis Herden; o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat), Rodrigo Navarro; Newton José Soares Cavalieri, delegado representante do Sindicato da Indústria da Construção Pesada do Estado de São Paulo (Sinicesp) na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp); Camila Pimenta, diretora do Instituto SENAI de Tecnologia em Construção Civil; Leonardo Santana, analista de produtividade e inovação na Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI); além de Rogério Fernando Amaral, representando a Caixa Econômica, e Fábio de Paula Augusto, pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Programação

A temática da transformação contínua promovida por meio do BIM surge em um momento importante para o setor no Brasil, com as novas etapas de obra exigidas pelo roadmap da Estratégia BIM BR, as quais devem promover a ampliação do uso do BIM. O evento traz à tona essas mudanças, conectando profissionais de toda a cadeia produtiva da construção com os últimos avanços e tendências em BIM.

Os participantes estão sendo contemplados com palestras ministradas por especialistas internacionais, painéis de discussão, salas técnicas, sessões de networking, além de exposição de produtos e serviços relacionados ao BIM.

O BIM Fórum Conference é destinado a gestores, investidores, órgãos da administração pública, empreiteiros, projetistas, fabricantes de materiais, desenvolvedores de software, acadêmicos, estudantes e demais profissionais interessados no tema.

Para saber mais sobre o BIM Fórum Conference, clique aqui

O tema tem interface com o Projeto “Estratégias para Inovação e Desenvolvimento na Indústria da Construção e no Mercado Imobiliário, seus trabalhadores e a sociedade civil no Brasil” da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

The post CBIC defende aceleração digital das empresas, no BIM Fórum Conference appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.