Expo Revestir: na abertura do evento, CBIC destaca impacto social do setor

Nesta terça-feira (19), a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) marcou presença na solenidade de abertura da 22ª edição da Expo Revestir, realizada em São Paulo. Organizada pela Associação Nacional dos Fabricantes de Cerâmica para Revestimentos, Louças Sanitárias e Afins (Anfacer), a exposição conta com a participação de mais de 300 marcas e é reconhecida como uma vitrine do setor de materiais de construção.

Durante a abertura, Sérgio Magalhães, presidente do Conselho de Administração da Anfacer, demonstrou otimismo em relação ao cenário do setor de materiais de construção, destacando a inflação sob controle e o desemprego em queda.

Magalhães ressaltou a importância do FGTS Futuro como forma de proporcionar maior estabilidade aos construtores na busca pela meta de 2 milhões de unidades habitacionais do programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV). “O ambiente de negócios está melhorando. Sabemos que a construção só se sustenta com juros baixos, e isso já está acontecendo. Não tenho dúvidas de que dias melhores estão por vir”, apontou.

“Na parceria entre o setor público e toda a cadeia produtiva, criamos programas e ideias que geram bem-estar para as pessoas”, enfatizou o presidente do Conselho Consultivo da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins. Ele expressou a importância da parceria entre Revestir e CBIC e ressaltou a significância do evento e sua grandeza, além de destacar a importância da geração de empregos para movimentar a cadeia produtiva. “Estamos realizando ações positivas. A cada dia temos mais oportunidades de contribuir para o desenvolvimento econômico e social do país”, afirmou.

Jorge Viana, presidente da Apex Brasil, ressaltou o valor do evento para os negócios brasileiros e para a indústria de base. Viana enfatizou a importância de o governo se empenhar na construção de moradias e observou que “o Brasil está vivenciando um cenário distinto no mundo”, reforçando a necessidade de se separar eventuais conflitos políticos para avançar nos negócios. “O potencial do mercado brasileiro é enorme e há uma  urgência em ampliar as exportações para aprimorar a performance do país no comércio exterior”, destacou.

Douver Martinho, presidente do Sindicato da Indústria de Tintas e Vernizes (Sitivesp), contou que o segmento apresenta uma produção anual de 2 bilhões de litros, consolidando-se como um player relevante no mercado. Para ele, cada vez mais o público reconhece o papel essencial das tintas, não apenas fornecendo proteção e conservação, mas também promovendo bem-estar e conforto, benefícios essenciais trazidos pelas tintas. “O compromisso do setor com a inovação e qualidade é evidente. Temos lançado tendências e buscado a evolução do mercado de forma sólida, madura e ética. Há muito a contribuir, reformar e melhorar neste vasto território brasileiro”, afirmou.

Presente na mesa de abertura, a deputada estadual Dani Alonso (PL-SP) apontou sua atuação no legislativo local pelo segmento de revestimentos. “Estamos lidando com valores, não apenas erguendo edifícios, mas entregando qualidade de vida para as pessoas”, disse ao citar as mais de 200 mil moradias previstas para serem erguidas no estado de São Paulo.

Para o presidente do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp), Rafael Cervone, a Feira é uma oportunidade para mostrar ao mundo o que o setor tem de melhor. “Nós trabalhamos com a transformação na vida das pessoas e o que transforma o setor são as pessoas”, pontuou.

The post Expo Revestir: na abertura do evento, CBIC destaca impacto social do setor appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.