Fortaleza e Região Metropolitana alcançam marca histórica de R$ 4,7 bilhões no mercado imobiliário em 2023

O mercado imobiliário de Fortaleza e sua Região Metropolitana atingiram um Valor Geral de Vendas impressionante, alcançando a marca de R$ 4,7 bilhões em 2023. Os dados foram apresentados durante uma reunião presencial com associados, realizada na sede do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE) nesta segunda-feira (29/01). A pesquisa, desenvolvida em parceria com a Brain Inteligência Estratégica, destaca não apenas os números recordes, mas também projeções promissoras para o setor em 2024.

O levantamento revelou um aumento significativo no número de lançamentos, com um crescimento de 3% em comparação a 2022. Em 2023, foram lançados 98 empreendimentos, totalizando 7.610 unidades. Dentre essas, 4.725 unidades destinam-se ao padrão econômico, atendendo à crescente demanda por habitações de interesse social.

O número de vendas também registrou um aumento notável de 18% em 2023, totalizando 12.096 unidades comercializadas. Desse total, 8.050 unidades foram vendidas em Fortaleza, enquanto 4.046 unidades encontraram compradores na Região Metropolitana. Este crescimento expressivo nas vendas reflete a solidez do mercado e o crescente interesse de investidores e consumidores na região.

O presidente do Sinduscon Ceará, Patriolino Dias de Sousa, expressou otimismo ao apresentar as perspectivas para 2024 no setor imobiliário em Fortaleza. Ele destacou que o crescimento será impulsionado pela retomada da economia brasileira, consolidando-se ao longo de 2024, além dos investimentos públicos em setores como infraestrutura e habitação, notadamente através do Programa Minha Casa Minha Vida, que oferece a menor taxa de juros da história (a partir de TR + 4% a.a). Patriolina de Sousa afirmou que o setor continuará a gerar empregos, com a previsão de criação de cerca de 10 mil novos postos de trabalho nos próximos 3 anos.

Sérgio Macedo, presidente da Comissão de Pesquisas do Sinduscon-CE, compartilhou sua expectativa de que o mercado da construção civil mantenha seu crescimento. Ele ressaltou que a oferta de mais linhas de financiamento pelos bancos e a criação de novos postos de trabalho serão fatores impulsionadores para o setor. Com mais empregos e estabilidade econômica, os consumidores tendem a se sentir mais confiantes para assumir compromissos de médio e longo prazo, como financiamentos imobiliários.

As projeções divulgadas durante a apresentação dos resultados e perspectivas para 2024 oferecem uma visão privilegiada do cenário imobiliário, fornecendo insights cruciais para orientar estratégias e decisões no setor ao longo do próximo ano. O mercado imobiliário de Fortaleza e Região Metropolitana demonstra sua robustez, sugerindo um panorama promissor para investidores, construtores e consumidores no cenário imobiliário em constante evolução.

The post Fortaleza e Região Metropolitana alcançam marca histórica de R$ 4,7 bilhões no mercado imobiliário em 2023 appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.