Seconci-SP orienta sobre descarte correto de medicamentos

Muitas pessoas ignoram que jogar medicamentos não usados no lixo, na pia ou no vaso sanitário pode ocasionar danos à saúde e ao meio ambiente. Para evitá-los, é preciso dar uma destinação correta a esses medicamentos, alerta Sofia Bassi, farmacêutica do Serviço Social da Construção do Estado de São Paulo (Seconci-SP), por ocasião do Dia do Farmacêutico (20 de janeiro).

Sofia explica que substâncias químicas contidas em medicamentos e resíduos hospitalares podem contaminar o solo e a água, provocando doenças, riscos à vida humana e animal, além de danos ao meio ambiente puníveis pela legislação ambiental com penas de reclusão e multas.

A farmacêutica orienta que medicamentos não usados, vencidos ou não, sejam destinados corretamente. Na cidade de São Paulo, por exemplo, devem ser levados às Unidades Básicas de Saúde (UBSs) ou às drogarias habilitadas para recebê-los. 

“Quando adquirir um medicamento, mantenha a embalagem, e leve-a junto ao dispensá-lo, para que a unidade receptora possa identificar, se necessário, o lote e a data de validade do produto”, recomenda Sofia.

A farmacêutica adverte que medicamentos não usados como antibióticos, que estejam no prazo de validade, não devem ser passados para outra pessoa nem guardados para consumo próprio mais adiante, e sim descartados corretamente.

No Seconci-SP

Medicamentos fornecidos pelo Seconci-SP, que não foram usados, podem ser levados de volta à entidade, independentemente de estarem ou não dentro do prazo de validade, ou destinados a drogarias habilitadas e UBSs. 

No Seconci-SP, todos os resíduos hospitalares são separados por grupos. 

“Os medicamentos pertencem ao grupo B (químico-tóxico). São segregados, acondicionados e transportados para uma empresa contratada, que faz a separação e se responsabiliza por sua destinação final, geralmente para aterros sanitários. Resíduos medicamentosos são tratados por processo térmico, sendo geralmente incinerados, diminuindo sua periculosidade”.

“É importante todos terem consciência do descarte correto de medicamentos que não serão mais utilizados. Assim, garantimos que nosso planeta será preservado e menos impactado pelos seres humanos”.

 

(Com informações do Seconci-SP)

The post Seconci-SP orienta sobre descarte correto de medicamentos appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.