CBIC participa de plano de ação “Nova Indústria Brasil”

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) participou, nesta segunda-feira (22), do lançamento do plano de ação “Nova Indústria Brasil”. A iniciativa, apresentada pelo Conselho de Desenvolvimento Industrial (CNDI) ao presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, visa fomentar um maior desenvolvimento da indústria brasileira até 2033. Até 2026, o plano visa disponibilizar R$ 300 bilhões voltados a financiamentos para a nova política industrial.

Para que o país se torne cada vez mais competitivo, os empresários precisam acreditar no Brasil, destacou o presidente Luiz Inácio Lula da Silva. “O plano de ação é importante para que o Brasil volte a ter uma política industrial, inovadora e digitalizada, como o mundo exige hoje”, disse. 

Segundo o presidente da República, o compromisso conjunto é essencial para que haja um avanço na indústria nacional e o país atinja o pleno desenvolvimento ao qual é capaz de chegar.

De acordo com o vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços, Geraldo Alckmin (PSB), a iniciativa é fundamental para atrair mais investimento e melhorar a produtividade no Brasil. “O processo para a neoindustrialização demonstra o compromisso do governo com uma indústria mais inovadora, verde, sustentável, exportadora e competitiva”, frisou. 

Renato Correia, presidente da CBIC, destacou que o plano de ações para o “Nova Indústria Brasil” conta com missões importantes para o desenvolvimento da indústria brasileira. “Este está sendo o primeiro passo de uma grande missão e consolidar um projeto dessa magnitude não é tarefa fácil, precisa de acompanhamento e monitoramento”, pontuou Correia. 

“Nosso setor enfrenta desafios significativos, especialmente no que diz respeito à mão de obra, e a industrialização é um processo fundamental para se avançar e assegurar a entrega de mais habitação, saneamento e infraestrutura de qualidade”, apontou. 

O plano apresentado ao governo consiste em seis principais missões: 

Missão 1 – Cadeias agroindustriais sustentáveis e digitais para a segurança alimentar, nutricional e energética; 

Missão 2 – Complexo econômico industrial da saúde resiliente para reduzir as vulnerabilidades do SUS e ampliar o acesso à saúde; 

Missão 3 – Infraestrutura, saneamento, moradia e mobilidade sustentáveis para a integração produtiva e bem-estar nas cidades; 

Missão 4 – Transformação digital da indústria para ampliar a produtividade; 

Missão 5 – Bioeconomia, descarbonização e transição e segurança energética para garantir os recursos para as futuras gerações; 

Missão 6 – Tecnologias de interesse para a soberania e a defesa nacionais. 

 

Ainda durante o encontro foram assinados os seguintes decretos. 

O Decreto CIIA – PAC (CC) define as cadeias produtivas e os setores articulados pelo Novo PAC que poderão ficar sujeitos às exigências de aquisição de produtos manufaturados nacionais e de serviços nacionais e o estabelecimento de margens de preferência para produtos manufaturados nacionais e serviços nacionais.

O Decreto Nova Estratégia BIM BR (MDIC) pretende impulsionar o uso da tecnologia e o desenvolvimento do mercado de softwares BIM (tecnologia que permite criar, utilizar, atualizar e compartilhar modelos digitais de uma construção, de modo colaborativo entre todos os participantes do empreendimento; 

Já o Decreto margem de preferência (MGI) regulamenta o art. 26 da Lei nº 14.133/2021, institui a Comissão interministerial de contratações públicas para o desenvolvimento sustentável. 

O encontro contou com a presença do ministro da Casa Civil, Rui Costa; ministra de Gestão e Inovação em Serviços Públicos, Esther Dweck; Ministra de Ciencia, Tecnología e Inovação, Luciana Santos; ministra da Saúde, Nísia Trindade; ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira; entre outras autoridades. 

The post CBIC participa de plano de ação “Nova Indústria Brasil” appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.