Deu na mídia: CBIC defende desoneração da folha e destaca impacto no emprego

A importância da prorrogação da desoneração da folha de pagamento foi tema de divulgação nos principais jornais do país, nesta quinta-feira (23). A medida afeta os 17 setores que mais empregam no país, entre eles a construção.

O jornal Valor Econômico destacou a defesa do presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Renato Correia, sobre o tema. Para ele, prorrogar a desoneração é importante para o planejamento do setor e tem efeito direto na criação de empregos.

“A construção trabalha com ciclos de produção e planejamento de longo prazo. É danoso para o setor que uma obra seja iniciada considerando uma forma de contribuição e que, no meio do processo, [a empresa] precise considerar um novo formato”, afirmou.

O modelo de desoneração da folha permite que as empresas dos setores listados paguem alíquota de 1% a 4,5% sobre a receita bruta, em vez de 20% sobre salários. Pela regra atual, essa medida deixa de valer em dezembro deste ano. Mas o Congresso Nacional votou para prorrogá-la até 31 de dezembro de 2027.

O prazo para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionar ou vetar o projeto de lei termina nesta quinta-feira.

Clique aqui e confira a íntegra da matéria.

The post Deu na mídia: CBIC defende desoneração da folha e destaca impacto no emprego appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.