CBIC participa de anúncio da seleção de propostas do MCMV

A 1ª Seleção de Propostas para o novo Minha Casa, Minha Vida direcionada ao faixa 1 (FAR) foi anunciada nesta quarta-feira (22), durante solenidade no Palácio do Planalto, em Brasília. Presente na cerimônia, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Renato Correia, reafirmou a importância do programa para a qualidade de vida das famílias e a geração de empregos no país.

“A CBIC tem um carinho muito especial pelo Minha Casa, Minha Vida desde sua criação. E a gente sentiu muita falta do faixa 1, percebendo, obviamente, a importância da moradia na vida das pessoas”, disse.

Voltado para famílias com renda de até dois salários-mínimos (ou R$ 2.640,00 em valores atuais), por meio da utilização de recursos do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR), o processo selecionou 187,5 mil novas unidades habitacionais do MCMV para famílias da faixa 1. A medida deve ser formalizada pela publicação da Portaria MCID 1482/2023, no Diário Oficial da União (DOU).

Do total, 184 mil unidades serão destinadas a famílias integrantes dos cadastros habitacionais e 3 mil unidades para famílias que tenham perdido seu único imóvel por emergência ou estado de calamidade pública, ou pela realização de obras públicas federais, nos estados do Acre, Amazonas, Pernambuco, Rio Grande do Sul e São Paulo.

De acordo com o governo federal, as unidades compreendem mais de 1,2 mil empreendimentos, em 560 municípios, resultando na geração de mais de 500 mil empregos. “Na última solenidade o presidente Lula nos pediu que as empresas contratem as pessoas do local, da região em que estiver sendo produzida a obra. Eu replico esse pedido a todo o setor, para que a gente priorize a contratação de profissionais da comunidade local. É uma iniciativa correta e importante para o país”, afirmou Renato Correia.

O ministro das Cidades, Jader Filho, destacou terem sido selecionadas propostas recebidas pela Caixa Econômica Federal em 2023 que atenderam critérios como proximidade dos centros urbanos, melhorias nas especificações dos imóveis, infraestrutura de qualidade, varanda, salas para biblioteca, entre outros. O ministro ainda informou que será publicado, nas próximas semanas, um novo edital exclusivo para municípios com menos de 50 mil habitantes.

Foi assinado ainda o edital do Prêmio MCMV: Melhores Ideias, Melhores Práticas, que visa estimular a sustentabilidade e a inovação nos projetos do programa por meio de sete categorias, tais como qualidade urbanística, qualidade do projeto, inclusão social e soluções sustentáveis.

O anúncio ainda contou com participação do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva; do vice-presidente e ministro do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços Geraldo Alckmin; do ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa; do presidente da Caixa, Carlos Vieira, além de diversos governadores e parlamentares.

O vice-presidente de Habitação de Interesse Social da CBIC, Clausens Duarte; o presidente do conselho consultivo da CBIC, José Carlos Martins; o presidente do Sindicato da Indústria da Construção de Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplanagem em geral no Estado do Rio Grande do Sul, Rafael Sacchi, também participaram da solenidade, em Brasília.

O tema tem interface com o Projeto Estratégico da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi Nacional) e com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Nacional).

The post CBIC participa de anúncio da seleção de propostas do MCMV appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.