Radar Trabalhista: País gerou 142.702 postos com carteira assinada em julho

O emprego formal no Brasil apresentou saldo positivo de 142.702 postos de trabalho no mês de julho, de acordo com dados do Novo Caged, divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego na última quarta-feira (30). 

O saldo positivo foi puxado pelo setor de serviços, que gerou 56.303 postos (39% do saldo) e comércio, com 26.744 postos (19% do saldo). No acumulado do ano foram gerados 1.166.125 postos de trabalho, ficando positivo nos cinco grandes grupos econômicos e em 26 das 27 Unidades da Federação.

Os dados demonstram que o estoque total recuperado para o Caged no mês foi de 43.610.550 postos de trabalho formais no país.

Para saber mais, acesse essa e outras notícias relacionadas à área trabalhista, além de uma seleção de decisões publicadas por Tribunais Superiores, Executivo, Ministério Público do Trabalho e Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais do Trabalho, no Radar Trabalhista nº 0318/2023 da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) de 28/08 à 01/092023.

Confira a galeria com todas as edições do Radar Trabalhista.

O tema tem interface com o projeto “Segurança e Saúde no Trabalho e Relações Trabalhistas na Indústria da Construção”, da Comissão de Políticas de Relações Trabalhistas (CPRT) da CBIC, com a correalização do Serviço Social da Indústria (Sesi).

The post Radar Trabalhista: País gerou 142.702 postos com carteira assinada em julho appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.