Redução de custos para empresas após Reforma Tributária pode demorar

Ouvido pela Folha de S. Paulo sobre o impacto da simplificação de tributos nas empresas do setor da construção, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Renato Correia, salientou que o texto marca diretrizes, mas não dá condições, ainda, de calcular se as empresas devem rever processos e o número de funcionários dedicados à resolução de questões tributárias nas empresas do setor. Aprovada em julho pela Câmara dos Deputados, a proposta unifica cinco impostos sobre o consumo e ainda precisa passar pelo Senado Federal.

“Além de precisarmos aguardar a aprovação no Senado tem um segundo momento das leis complementares. Ou seja, ainda temos um grande caminho de legislação para colocarmos na ponta do lápis e vermos se vai reduzir ou não a mão de obra de cálculo dos impostos. A tendência é que se diminua, já que se fala em simplificação”.

Além disso, segundo o dirigente, toda redução de custos em um processo empresarial permite maior margem para promover investimentos em áreas, como produção e tecnologia, ou na melhoria de processos e treinamentos.

Acesse a íntegra da matéria na Folha de S.Paulo, divulgada nesta quinta-feira (10).

The post Redução de custos para empresas após Reforma Tributária pode demorar appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.