GDF reafirma compromisso com setor da construção do Distrito Federal

Empossadas em cerimônia conjunta, as novas diretorias da Associação de Empresas do Mercado Imobiliário do Distrito Federal (Ademi-DF), do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Distrito Federal (Sinduscon-DF), do Serviço Social da Indústria da Construção do Distrito Federal (Seconci DF) e do Conselho de Desenvolvimento Econômico, Sustentável e Estratégico do Distrito Federal (Codese-DF) reafirmaram compromisso com o desenvolvimento sustentado do Distrito Federal, com inclusão social para toda a população.

O comprometimento foi assumido em solenidade realizada nesta terça-feira (08/08), no auditório do Centro Empresarial da Confederação Nacional do Comércio (CNC), em Brasília.

 Presidentes empossados e os ex-presidentes que deixaram os cargos receberam uma homenagem especial do Banco de Brasília (BRB). “Há quatro anos, recebemos uma determinação do governador de transformar o BRB em um agente de desenvolvimento”, disse Paulo Henrique Costa, destacando o diálogo aberto e a parceria com as entidades do setor da construção e o Codese-DF para alcançar tais objetivos. “Aos presidentes que saem o nosso especial agradecimento pela transformação que conduziram nos últimos anos”, acrescentou. “Desejamos sucesso aos presidentes que chegam. Contem com o BRB, com o nosso desejo de impactar esse setor e ter um novo ciclo de mais sucesso e conquistas”.

O governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), aproveitou a cerimônia e anunciou um novo programa de refinanciamento de dívidas (Refis) para apoiar o setor produtivo na solução de perdas acumuladas durante a pandemia de Covid-19. “Nós vamos precisar alavancar mais uma vez o setor produtivo”, disse o governador, que prestigiou o evento acompanhado pela vice-governadora Celina Leão, secretários, presidentes e diretores de diversos órgãos da administração.

“O novo Refis vai pegar todo o período da pandemia, que talvez tenha sido o período mais difícil que o empresário do DF enfrentou. Contamos com o apoio de todos os parlamentares e empresários agora para aprovar esse novo projeto”, apontou Ibaneis. O governador cumprimentou os executivos: “os que saem foram grandes parceiros e com os que entram manteremos um relacionamento transparente”.

Ibaneis também sinalizou avanços na implantação do setor habitacional Jóquei Clube, cujo projeto urbanístico foi doado pelas empresas associadas à Ademi-DF e está sob análise dos órgãos do GDF. “Estamos discutindo o lançamento do Jóquei Clube e a Terracap vai lançar um empreendimento para a classe média no Tororó. Nós não querermos o setor da construção parado de jeito nenhum”, afirmou. Segundo ele, com a conclusão da implementação do bairro Noroeste e a consequente redução do volume de obras, o Jóquei Clube será prioridade para o GDF.

Compromisso com o desenvolvimento

Entronizados na liderança das instituições, os presidentes das entidades da construção e do Codese-DF reforçaram a importância da união e parceria em torno do objetivo comum de desenvolver o DF, com inclusão social, e renovaram os compromissos de cada instituição. Em seu discurso, o presidente da Ademi-DF destacou a importância do diálogo com o Governo do Distrito Federal (GDF) e apontou um conjunto de temas que seguirão entre as prioridades da entidade.

“Faço um agradecimento especial à fundamental e corajosa decisão do nosso governador Ibaneis Rocha que, percebendo a seriedade com que o setor vinha enfrentando a pandemia, incluiu a construção civil entre as atividades essenciais do Distrito Federal”, afirmou Botelho. “Esse gesto de sensibilidade permitiu ao nosso setor não apenas cuidar do trabalhador, como gerar novos empregos e renda, contribuindo com todo o DF em um momento de crise e falta de horizontes”.

O presidente da entidade sinalizou a expectativa do setor com a melhoria no ambiente de negócios e maior segurança jurídica, pelo aperfeiçoamento de marcos legais. “Pedimos ao governador que dê ao PPCUB [Plano de Preservação do Conjunto Urbanístico de Brasília] a prioridade que ele exige. E que logo que o processo retorne do IPHAN [Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional], seja enviado ao Conselho de Planejamento Territorial e Urbano do Distrito Federal (Conplan) para, então, chegar à Câmara Legislativa do Distrito Federal o mais breve possível”, afirmou Roberto Botelho. “Seria muito bom se conseguíssemos aprovar o PPCUB ainda neste ano”.

O executivo demonstrou expectativa no apoio do legislativo ao projeto, cuja aprovação terá impacto positivo sobre o setor da construção. “Temos certeza de que o presidente Wellington Luiz encaminhará o assunto com o devido cuidado, transparência, respeito e celeridade. Com o cuidado, que deve ser redobrado por se tratar das normas da nossa área tombada, mas com a agilidade esperada pelo setor produtivo, que deseja empreender com mais segurança e previsibilidade”.

Botelho também defendeu avanços na revisão do Plano Diretor de Ordenamento Territorial (PDOT), cuja discussão técnica está em curso, com a participação da entidade. “Na nossa avaliação, o PDOT, a lei maior do planejamento urbano do DF, precisa urgentemente ser revisado. Como toda lei muito complexa, por melhor que a façamos, sempre ficam lacunas ou distorções que não possibilitam que a sociedade extraia o máximo do seu potencial”, mencionou. Segundo ele, um dos pontos a serem aprofundados trata do conceito de densidade habitacional.

“Encerro minhas palavras reafirmando os compromissos que marcam a atuação da Ademi-DF. Nossa entidade está comprometida com o Distrito Federal; com a legalidade; com o respeito ao meio ambiente; com o desenvolvimento sustentável; com a geração de emprego e renda e com o sucesso e o lucro das empresas do mercado imobiliário”, afirmou Roberto Botelho. “Não devemos demonizar o sucesso e o lucro, pois somente através do lucro podemos gerar novos investimentos, desenvolvimento, emprego e renda em um ciclo virtuoso na economia, refletindo no bem-estar da sociedade”, defendeu.

Engajamento e união

“Hoje é um dia muito especial, em que as entidades se unem para celebrar suas eleições. Isso demonstra a união do setor da construção na defesa de suas pautas”, disse Adalberto Valadão Júnior, presidente do Sinduscon-DF. “Vamos dar continuidade ao trabalho e acrescentar novas camadas para fortalecer a representatividade interna e externa”, enfatizou, apontando a maior industrialização das obras e qualificação da mão de obra como prioridades da gestão.

“Há dois anos eu tomava posse como presidente do Codese, ansioso pelos desafios. Com o tempo percebi que essa missão era um grande presente, que me permitiu estar ao lado de pessoas engajadas por uma Brasília melhor”, afirmou Leonardo Ávila, presidente do Codese-DF. Ele destacou o crescimento do colegiado, que contava com 15 mantenedores e hoje aglutina 29 apoiadores, articulação que garante ao Conselho de Desenvolvimento do DF credibilidade e legitimidade para conduzir o trabalho. “Um novo mandato se inicia e eu me comprometo a me dedicar com entusiasmo para construir o Codese que a gente quer”.

“O Seconci está de portas abertas e é muito importante que todas as empresas participem”, disse Carlos Eugênio de Faria Franco, presidente do Seconci-DF. “Assumo com muito orgulho, para dar continuidade ao trabalho de atender a área social para os trabalhadores da construção, que são os que mais precisam”, destacou.

Os executivos empossados agradeceram aos diversos entes que têm apoiado o setor e as atividades de cada instituição. Esse reconhecimento alcançou o governador Ibaneis Rocha e sua equipe, o presidente do BRB e da CLDF, O Sebrae-DF, a Fibra DF, o Sticombe Brasília, o empresário Paulo Octávio entre outros.

Entidades prestigiadas

A posse conjunta das diretorias foi pensada para simbolizar a parceria entre as quatro instituições e fortalecer a parceria institucional que sustenta a atividade individual de cada entidade. As gestões para o biênio 2023-2025 são lideradas por Roberto Botelho, presidente da Ademi-DF; Adalberto Valadão Júnior, presidente do Sinduscon-DF; Carlos Eugênio de Faria Franco, presidente do Seconci-DF, e Leonardo Ávila, reeleito presidente do Codese-DF. A nova diretoria das entidades foi eleita em junho e a posse administrativa das gestões aconteceu no mesmo mês.

A celebração conjunta da posse reuniu convidados do Executivo, do Legislativo, Judiciário e empresários do Distrito Federal em evento que destacou a importância do setor da construção para o desenvolvimento do DF. Além do governador e da vice-governadora do Distrito Federal e sua equipe, foram recebidos no auditório da CNC o presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF), deputado distrital Wellington Luiz (MDB-DF), e diversos parlamentares locais como as deputadas Doutora Jane (MDB-DF) e Paula Belmonte (Cidadania-DF). Deputado federal, o ex-presidente da casa, Rafael Prudente (MDB-DF) também participou da cerimônia.

“Me sinto muito em casa ao lado de tantos amigos. Nós desejamos sucesso a vocês, o sucesso de Brasília depende do setor produtivo”, afirmou o deputado distrital Wellington Luiz, presidente da CLDF. “Contem com a CLDF, pois nós contamos como vocês”, destacou. “Nós teremos muitos desafios”, afirmou Celina Leão. “Mas qualquer que seja a pauta, saibam que o nosso governo estará de portas abertas”, frisou a vice-governadora.

As entidades também receberam representantes da entidade nacional da construção civil – a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) – e de entidades do setor produtivo e outros parceiros do setor da construção como a Associação Brasiliense de Construtores (Asbracol), a  Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra-DF); a regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae-DF); o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Distrito Federal (Crea); o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Distrito Federal; e o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Brasília (STICOMBE Brasília) entre outros.

(Com informações da Ademi-DF)

The post GDF reafirma compromisso com setor da construção do Distrito Federal appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.