Construção debate agenda habitacional com ministro das Cidades

O ministro das Cidades, Jader Filho, participou de reunião com representantes da indústria da construção nesta quarta-feira (2), em Brasília. Presente no encontro, o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Renato Correia, destacou que haverá uma agenda mensal entre o setor e o ministro para acompanharem a evolução do programa Minha Casa Minha Vida e outras pautas prioritárias.

“O ministro foi muito receptivo com os pontos apresentados e se colocou enquanto facilitador para garantir a economia aquecida e as famílias atendidas. Colocamos diversos temas na mesa e vamos fazer encontros mensais para que poder público e iniciativa privada caminhem no mesmo sentido”, contou o presidente da CBIC.

Foram destacados temas como preservação do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) enquanto funding habitacional e de saneamento; faixa estendida do MCMV; carteira administrada do Fundo, saque-aniversário e Fundo Garantidor.

Também participaram do encontro o secretário nacional de habitação do Ministério, Hailton Madureira; o presidente da Comissão de Habitação de Interesse Social (CHIS) da CBIC, Clausens Duarte; o presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, Ely Wertheim; o presidente da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias (Abrainc), Luiz França; o CEO na Direcional Engenharia, Ricardo Gontijo; o CEO da MRV, Eduardo Fischer; o assessor legislativo do Secovi-SP, Pedro Krähenbühl; e o assessor econômico do Secovi-SP, Luís Fernando Mendes.

Relações Institucionais

Renato Correia e Clausens Duarte ainda tiveram reunião com o secretário-executivo de Relações Institucionais da Presidência da República, Olavo Noleto. No encontro, o presidente da CBIC ressaltou a importância do setor para o desenvolvimento do Brasil e enfatizou a necessidade de se investir em habitação, saneamento, sustentabilidade e na redução da informalidade. “Nossas pautas são pelo país, para melhorar o ambiente de negócios, facilitar o acesso à moradia, garantir saneamento básico para todo cidadão. A construção deve ser vista como um instrumento de solução dos problemas do país”, enfatizou.

Trabalho e Emprego

Os representantes da construção também estiveram no ministério do Trabalho e Emprego para levar a agenda prioritária de setor e apresentar pontos importantes para garantir recursos para a habitação e a e a consequente geração de emprego e renda para as famílias.

“Foram reuniões importantes em que pudemos levar dados e informações para promovermos o bom debate com o poder público. Fizemos visitas produtivas e já garantimos encontros futuros para acompanharmos os próximos passos do MCMV e de outras agendas prioritárias”, conclui Renato Correia.

The post Construção debate agenda habitacional com ministro das Cidades appeared first on CBIC – Câmara Brasileira da Industria da Construção.